Bolsa Família: beneficiários superam empregados em 13 Estados

Em 13 dos 27 Estados brasileiros, o número de beneficiários do Bolsa Família ultrapassa o de empregados com carteira assinada, sem contar o setor público. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e do Ministério do Dsenvolvimento Social, conforme levantamento do site Poder360, divulgado nesta quarta-feira, 12.

No ano passado, essa proporção era de 12 Estados. Agora, o Rio Grande do Norte, que era uma exceção no Nordeste, também registra mais beneficiários do Bolsa Família do que empregos formais. Situação semelhante ocorre em quatro Estados do Norte.

O Maranhão é o que apresenta a maior relação de dependência do benefício, com duas famílias maranhenses recebendo Bolsa Família para cada trabalhador com carteira assinada no Estado.

Antes da pandemia, eram oito Estados com mais benefícios do que empregos formais. Em 2020, o número subiu para dez. Com a criação do Auxílio Brasil, em 2022, passou a ser 12 e, agora, a situação se agravou em mais um Estado.

O aumento do número de beneficiários do programa social é atribuído à ampliação de quase 50% no último ano do governo de Jair Bolsonaro. Nos três anos anteriores, houve um crescimento no número de atendidos, mas, em 2022, o governo ampliou de 14,5 milhões para 21,6 milhões de beneficiários.

Fonte: Revista Oeste*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

INOX METAL

Categorias

Redes Sociais

CLIMA TEMPO

SEMI-JOIAS