Veja vídeo: menina autista sofre bullying em escola e gera comoção

Um vídeo compartilhado nos aplicativos de mensagens nesta sexta-feira (31), virou um dos assuntos mais comentados na internet, nele um grupo de adolescentes praticam bullying contra uma colega. A menina que seria autista se chama Vitória Fernanda, 11, e o vídeo teria sido gravado na última segunda-feira (27). As imagens que repercutiram teria sido feita no pátio do Colégio Estadual Flávio Ribeiro de Rezende, em Natividade, Rio de Janeiro.

No vídeo de um pouco mais de quarenta segundos, uma menina tenta puxar o cabelo de Vitória que está sentada, enquanto ela pede para parar, outras adolescentes riem e filmam a situação. A vítima demonstra extremo incômodo,  reage às tentativas de agressão e chora.

A ação das adolescente gerou uma série de reações na internet, a hashtag #justiçaporvitoria estava entre os assuntos mais citados no Twitter nesta sexta-feira, enquanto as pessoas descreviam suas próprias experiências e demonstravam indignação com o fato.

Um internauta comentou: ” Quando sua brincadeira constrange o outro, não é brincadeira, é desrespeito”.

O pai da menina que pratica o bullying, usou as redes sociais e disse que a filha tinha sido influenciada porque essa não era a educação que ele havia passado para a filha.

“Eu sei que minha filha errou, eu já corrigi ela e peço a vocês desculpas, eu sei que o que ela fez foi errado, eu vou procurar a menina e vou pedir desculpas a família”

Já a mãe da garota disse que a filha também sofre bulliyng por ser cigana, mas que ela sabe que a filha cometeu um crime.

Nesta manhã, alunos da escola, criaram um perfil na rede social do Instagram que já conta com mais de 65 mil seguidores e fizeram uma live caminhando em direção à escola, com cartazes e gritos de “Diga não ao Bullying”. Veículos de comunicação de vários Estados entraram em contato com a direção da escola, mas a diretora e professores preferiram não comentar sobre o assunto.

Segundo um dos comentários na live do protesto, Vitória seria supostamente órfã de mãe e quem cuidava dela é a vizinha da avó que também já morreu. O pai da menina é doente e não teria condições de cuidar da menina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

INOX METAL

Categorias

Redes Sociais

CLIMA TEMPO

SEMI-JOIAS